quarta-feira, 3 de maio de 2017

VII Seminário Discente de Ciência Política (USP/2017)

Todos os anos, o Departamento de Ciência Política da USP dedica uma semana de seu calendário acadêmico para a apresentação e debate das pesquisas em andamento realizadas por alunas e alunos do programa. A sétima edição do evento ocorrerá entre os dias 8 e 12 de maio na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da USP. Além da presença de debatedoras(es) externas(os) ao programa, a programação conta com uma mesa de debate com editores de revistas de ciência política (8/maio) e um seminário especial com a cientista política Argelina Figueiredo (IESP) (11/maio). A programação pode ser encontrada na chamada abaixo:





terça-feira, 2 de maio de 2017

Pinzani: A Ética Neoliberal (UFMG/2017)

Entre os dias 17 e 19 de maio, o filósofo Alessandro Pinzani (UFSC) ministrará o curso A Ética Neoliberal, na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. O evento é organizado pelo Grupo Crítica e Dialética e tem por objetivo apresentar a pesquisa, atualmente em desenvolvimento por Pinzani, sobre os fundamentos da economia política contemporânea e as perspectivas possíveis de emancipação social. Vale lembrar que a obra de Pinzani é uma das mais importantes e originais na atual Teoria Crítica da Sociedade. A chamada completa do minicurso pode ser encontrada abaixo:



O Grupo Crítica & Dialética promove nos dias 17, 18 e 19 de maio, das 14h às 18h, na sala 1012 da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, campus Pampulha, Belo Horizonte, o minicurso “A ética neoliberal”, com o Prof. Alessandro Pinzani (Filosofia-UFSC). O Prof. Pinzani apresentará os resultados de pesquisa de seu estágio de pós-doutorado mais recente em Florença e Bochum, dedicado à interpretação filosófica do diagnóstico de tempo contemporâneo sobre mudanças materiais e normativas pelas quais passa o capitalismo em sua atual fase neoliberal. Uma bibliografia básica e um plano de curso serão disponibilizados em breve. A audiência é livre, sem custos e sem necessidade de inscrição.


quarta-feira, 26 de abril de 2017

O Papel das Supremas Cortes (UniCEUB/2017)

O Centro Universitário de Brasília, em parceria com a faculdade de direito da NYU, realizarão nos dias 29 e 30 de maio uma conferência internacional sobre o papel das cortes constitucionais na garantia da legitimidade democrática e dos direitos fundamentais. O evento contará com a presença de Jeremy Waldron (NYU), Samuel Issacharoff (NYU), Oscar Vilhena (FGV) e Conrado Mendes (USP). A programação pode ser encontrada na chamada abaixo. 


O papel das Supremas Cortes: legitimidade democrática e direitos fundamentais

O Instituto Diálogos Constitucionais - IDCON e o Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento - ICPD, em parceria com a pós-graduação em Direito e a Universidade de Nova York – NYU, realizam a Conferência Internacional de Direito Constitucional sobre o tema O papel das Supremas Cortes: legitimidade democrática e direitos fundamentais. O evento será realizado nos dias 29 e 30 de maio, no auditório Elza Moreira Lopes, no bloco 3 do campus Asa Norte, conforme programação. Haverá tradução simultânea nos dois dias de evento.
• 29/05
19h30 - 21h
Abertura do evento
Reitor Getúlio Américo Moreira Lopes, Luís Roberto Barroso e Dr. João Herculino Lopes

Fatores de (des)legitimação democrática das Cortes Constitucionais

Palestra: Controle de constitucionalidade: legitimidade e objeções
Palestrante: Jeremy Waldron
Debatedores
Luís Roberto Barroso 
Oscar Vilhena Vieira 
• 30/05
9h40 - 11h
Papeis das cortes constitucionais em tempos de crise
Palestra: Como os tribunais constitucionais e supremas cortes afirmam a sua autoridade frente aos demais poderes políticos?
Palestrante: Samuel Issacharoff 
Debatedores
Daniel Sarmento 
Conrado Hübner Mendes

terça-feira, 11 de abril de 2017

Foucault Filósofo (USP/2017)

O Departamento de Filosofia da USP realizará entre os dias 18 e 19 de abril sua 1a. Jornada Michel Foucault. Além das mesas de trabalho (na parte da tarde), o evento contará com as conferências de Roberto Machado (UFRJ) e Vladimir Safatle (USP). Inscrições podem ser realizadas aqui. A programação completa pode ser encontrada na chamada abaixo. 





quarta-feira, 5 de abril de 2017

Pós-doutorado: Ciência Política UFMG (2017-2018)

O Departamento de Ciência Política da UFMG abriu na última segunda-feira um edital para duas vagas de pós-doutorado em todas as áreas da ciência política. O departamento é um dos melhores do país, e possui conceito máximo na pós-graduação brasileira. As bolsas são da CAPES e o prazo para as inscrições termina dia 10 de abril. Veja o edital abaixo:



 


segunda-feira, 3 de abril de 2017

Edição especial da Economica sobre desigualdade

A revista Economica publicou uma edição especial sobre desigualdade. A revista, vinculada ao departamento de economia da LSE, reuniu artigos sobre desigualdade e problemas relacionados à distribuição, tanto do ponto de vista empírico como conceitual. O grande destaque da edição é o último artigo de Anthony Atkinson, falecido no início do ano (sobre a importância de Atkinson para os estudos sobre desigualdade, ver a excelente série posts do blog Sociais & Métodos dedicado ao economista). O artigo de Atkinson é uma tentativa de oferecer suporte empírico para o modelo de distribuição de Pareto, utilizado pelos economistas para medir a concentração de renda nas camadas superiores da estratificação social.

A edição traz um estudo de Alvaredo & Piketty sobre a parcela da herança na distribuição de riqueza privada nas democracias desenvolvidas. O artigo compara o padrão de acumulação de herança europeu e norte-americano, com suas semelhanças (formato em "U" ao longo do século) e diferenças (a importância da herança na desigualdade nos EUA é muito menor do que na Europa). Com uma contribuição formal, Decanq&Fleurbaey procuram avançar o debate das medidas multidimensionais de desigualdade, nas quais a distribuição dos recursos é sensível às preferências ou ao bem-estar (heterogêneo) dos indivíduos. Outro trabalho interessante - e também extremamente árido -  é o modelo formal de igualdade de oportunidade intergeracional desenvolvido pelo filósofo John Roemer e pelo economista turco Burak Unveren. A lista completa dos artigos pode ser encontrada abaixo:



Agradeço a Júlio Barroso pela notificação


quinta-feira, 30 de março de 2017

Chamada: Revisitar Rorty (Minho/2017)

O Grupo de Teoria Política da Universidade do Minho está recebendo propostas de trabalho para o evento Revisitar Richard Rorty, a ser realizado em setembro de 2017 na Universidade do Minho (Portugal). O encontro procura avaliar as contribuições de Rorty para a filosofia contemporânea dez anos após seu falecimento. São bem-vindos trabalhos de diferentes áreas -  epistemologia, filosofia política, história da filosofia, etc. - que dialoguem com esse legado. O palestrante convidado será o filósofo Robert Brandom (Pittsburgh).



Call for Papers: Revisitar Richard Rorty
Universidade do Minho (Braga)
25 e 26 de setembro, 2017

Keynote speaker: Robert Brandom (University of Pittsburgh)

No ano em que decorrem dez anos sobre a morte do filósofo norte-americano Richard Rorty, o Grupo de Teoria Política da Universidade do Minho organiza uma conferência internacional homenageando o trabalho de um dos mais relevantes filósofos do século XX. Para tal, convidamos ao envio de comunicações ou organização de painéis que se relacionem com qualquer um dos temas tratados por Richard Rorty.

Os tempos presentes convocam com especial acuidade temas a que Richard Rorty dedicou o seu trabalho, sobretudo no espaço em que a reflexão epistemológica se cruza com considerações políticas, como o papel desempenhado pelo conceito de verdade num momento marcado pela discussão em torno da pós-verdade, as reflexões em Achieving our Country sobre as possíveis consequências de uma esquerda académica espectatorial, ou a crescente consciência em torno da importância da linguagem nos modos de formular mundos. Apelamos, no entanto, ao envio de participações sobre qualquer outro tópico que se relacione com o pensamento do autor: metafilosofia, anti-representacionismo, novo pragmatismo, religião, ciência, filosofia analítica vs. filosofia continental, direitos humanos, feminismo, educação sentimental, função educacional da literatura, etc.; e naturalmente sobre posições críticas ao seu pensamento.

As propostas de comunicação ou painel (em português, inglês ou castelhano), com um máximo de 500 palavras e incluindo breve CV, nome da/o proponente, filiação institucional e endereço de e-mail, deverão ser enviadas até dia 15 de maio para o endereço: rortyconference@gmail.com

A confirmação será feita até ao dia 31 de maio. 

Inscrição:
Estudantes (qualquer grau): €35 
Pós-doc, contratos em part-time, etc.: €50 
Professores: €65

Publicação futura: Os participantes serão chamados a enviar as suas comunicações para uma publicação em torno da conferência.

Organização: Grupo de Teoria Política da Universidade do Minho: http://www.grupoteoriapolitica.org/