quarta-feira, 14 de junho de 2017

Escola Avançada de Ciências Sociais (CEBRAP/FAPESP/2017)

Neste ano, o programa Escola São Paulo de Ciência Avançada da FAPESP oferecerá duas escolas avançadas de pesquisa voltadas exclusivamente para às ciências sociais (SPASS). Uma das escolas tem por tema a metodologia de pesquisa em ciências sociais e ocorrerá em julho na UNICAMP (ver aqui). A segunda, uma parceria entre o CEBRAP e o Maria Sibylla Merrian Center, tem como mote agregador a Dinâmica das Sociedades Democráticas Contemporâneas e ocorrerá entre os dias 28 de agosto e 6 de setembro na USP. A SPASS está estruturada com base em apresentações de pesquisa em andamento e mesas redondas sobre desigualdade, mobilização social, representação e instituições representativas, esfera pública, religião e sociedade civil, e filosofia social. O evento contará com palestrantes do CEBRAP, como Fernando Limongi, Marta Arretche, Paula Montero e Ângela Alonso, e convidados externos como David Snow (ICI), Otaviano Canuto (Banco Mundial), Sérgio Costa (Freie Universitat Berlin), José Casanova (Berkley) e Christopher Achen (Princeton).

As inscrições para a SPASS terminam dia 31 de julho. O programa possui 10 bolsas para financiar alunos e alunas de pós-graduação - pós-doutorandos(as) possuem prioridade. Para mais informações, ver o site da SPASS e a chamada abaixo:







DINÂMICA DAS SOCIEDADES DEMOCRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS

Estão abertas as inscrições para a primeira Escola São Paulo de Ciência Avançada em Ciências Sociais, uma iniciativa do Programa Internacional de Pós-doutorado do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento e do Maria Sibylla Merian Centre in Humanities and Social Sciences Conviviality in Unequal Societies.
Ligada ao programa Escola São Paulo de Ciência Avançada da Fundação de Amparo à pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), a Escola oferecerá de forma concentrada discussão de alto nível sobre a produção acadêmica de ponta em ciências sociais – especialmente nas disciplinas de ciência política, direito, antropologia, economia e sociologia – sobre a dinâmica das sociedades democráticas contemporâneas. Reunirá especialistas estrangeiros e pesquisadores nacionais e se realizará entre 28 de agosto a 6 de setembro de 2017, na Universidade de São Paulo, Cidade Universitária.

PROGRAMAÇÃO

A DINÂMICA DAS SOCIEDADES DEMOCRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS
O objetivo da Escola é apresentar o conhecimento de ponta sobre distintas dimensões das sociedades democráticas contemporâneas. As atividades estão divididas em 5 módulos, cada um com três sessões:
  1. Globalização e desigualdades
    1. Globalização e desigualdades: teorias e achados empíricos.
    2. Brasil: democracia e desigualdades – teorias e achados empíricos do projeto “Trajetórias das Desigualdades”.
    3. A mensuração das desigualdades: o estado da arte
  2. Movimentos sociais e contestação política
    1. As diversas faces da contestação política nas sociedades contemporâneas: princípios e padrões recorrentes
    2. Movimentos sociais história e sociologia
    3. Estudo da contestação política em perspectiva comparada: abordagens e achados empíricos
  3. Teoria Crítica, Democracia e cultura política
    1. Sociedades contemporâneas entre capitalismo e democracia
    2. Políticas da cultura em democracias contemporâneas
    3. Qual crítica para qual teoria: heranças e desafios presentes para uma perspectiva teórica crítica
  4. Religião e esfera pública
    1. Diversidade religiosa em uma era secular
    2. Religião, pluralismo e esfera pública no Brasil
    3. Religião, laicidade e política
  5. Dilemas das democracias contemporâneas
    1. Dilemas da democracia: diagnósticos e perspectivas
    2. Democracia e sistemas de governo: o que sabemos?
    3. Democracia e controles democráticos
A língua oficial da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais é o inglês.
Os selecionados deverão participar de todas as atividades da escola. Haverá sessões diárias de apresentação de trabalhos dos bolsistas participantes.


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Dossiê Contrato Social (Revista Kriterion)

A Revista Kriterion (Filosofia/UFMG) publicou em seu último número um dossiê temático dedicado às teorias contratualistas, tanto em suas versões clássicas como contemporâneas. Os onze artigos da edição cobrem desde de aspectos contratualistas presentes no pensamento clássico, até o contratualismo de John Rawls, passando por autores clássicos da tradição, como Rousseau e Hobbes. Dois dos artigos são dedicados, respectivamente, a Hume e Arendt, dois críticos importantes do contratualismo político. Todos os artigos estão disponíveis abaixo e na plataforma Scielo.


Kriterion: Revista de Filosofia, vol. 58, n. 136 (2017)

Índice de artigos:

Martins, Adriano Eurípedes Medeiros
           
Silva, Daniel Santos da
             
Mesti, Diogo Norberto
             
Tredanaro, Emanuele
             
Hauck, Eveline
             
Danner, Leno
             
Ribeiro, Lucas Mello Carvalho
           
Petroni, Lucas
   
Nicole, Darat G

Pereira, Rafael Rodrigues
             
Santos, Rodrigo Ponce

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Chamada: Colóquio Justiça e Democracia (UFSC/2017)

O Departamento de Filosofia da UFSC está recebendo trabalhos para a segunda edição do Colóquio Justiça e Democracia, que será realizado entre os dias 19 e 21 de outubro em Florianópolis. A UFSC tem hoje um dos departamentos de filosofia mais ativos e interessante nas áreas de filosofia política e ética. Entre os conferencistas convidados(as) estão Luis Felipe Miguel (UNB) e Yara Frateschi (Unicamp). O prazo final para envio de resumos é dia 30/junho.

Mais informações no blog do evento.






domingo, 4 de junho de 2017

Mad Marx: Revolution Road







Conferência: Ética Aplicada e Políticas Públicas (UFSC/2017)

O Departamento de Filosofia da UFSC e o Uehiro Centre for Practical Ethics de Oxford organizarão uma conferência de três dias sobre as relações entre ética aplicada e políticas públicas, entre os dias 26 e 28 de junho, em Florianópolis. Além das mesas e apresentações, o evento contará também com um minicurso ministrado por Roger Crisp (Oxford) sobre acaso moral (ver aqui uma entrevista de Crisp). Mais informações na chamada abaixo:




quarta-feira, 3 de maio de 2017

VII Seminário Discente de Ciência Política (USP/2017)

Todos os anos, o Departamento de Ciência Política da USP dedica uma semana de seu calendário acadêmico para a apresentação e debate das pesquisas em andamento realizadas por alunas e alunos do programa. A sétima edição do evento ocorrerá entre os dias 8 e 12 de maio na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da USP. Além da presença de debatedoras(es) externas(os) ao programa, a programação conta com uma mesa de debate com editores de revistas de ciência política (8/maio) e um seminário especial com a cientista política Argelina Figueiredo (IESP) (11/maio). A programação pode ser encontrada na chamada abaixo:





terça-feira, 2 de maio de 2017

Pinzani: A Ética Neoliberal (UFMG/2017)

Entre os dias 17 e 19 de maio, o filósofo Alessandro Pinzani (UFSC) ministrará o curso A Ética Neoliberal, na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. O evento é organizado pelo Grupo Crítica e Dialética e tem por objetivo apresentar a pesquisa, atualmente em desenvolvimento por Pinzani, sobre os fundamentos da economia política contemporânea e as perspectivas possíveis de emancipação social. Vale lembrar que a obra de Pinzani é uma das mais importantes e originais na atual Teoria Crítica da Sociedade. A chamada completa do minicurso pode ser encontrada abaixo:



O Grupo Crítica & Dialética promove nos dias 17, 18 e 19 de maio, das 14h às 18h, na sala 1012 da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, campus Pampulha, Belo Horizonte, o minicurso “A ética neoliberal”, com o Prof. Alessandro Pinzani (Filosofia-UFSC). O Prof. Pinzani apresentará os resultados de pesquisa de seu estágio de pós-doutorado mais recente em Florença e Bochum, dedicado à interpretação filosófica do diagnóstico de tempo contemporâneo sobre mudanças materiais e normativas pelas quais passa o capitalismo em sua atual fase neoliberal. Uma bibliografia básica e um plano de curso serão disponibilizados em breve. A audiência é livre, sem custos e sem necessidade de inscrição.